2015,  Diversos

Algumas regras básicas

Screenshot_2015-05-14-01-32-11-1

Moldar meus escravos e submissos, disciplinar moleques levados, adestrar cachorrinhos, fazer homens de alta posição social deixarem completamente o seu machismo de lado, sendo comidos por mim, humilhados, pisados… Escolher quem irá me servir e me divertir, tem sido cada vez mais uma tarefa de extrema e cuidadosa seleção.

Primeira coisa: Quem não se sente preparado para entrar nesse mundo, nem bata na porta!

Os pseudo-submissos que assistiram os 50 tons de bobagens, agora acham que o Bdsm é romance com uns tapinhas.

Cadê os masocas de carteirinha? Os capachos? Os escravos de verdade que servem sem questionar, leva um tapa e respeita na hora? Estou ultimamente sem paciência para iniciantes que têm uma idéia equivocada sobre tudo.

“Se eu falo para me mandar um email qual a dificuldade disso em pleno século XXI?”

Tenho uma vida não posso ficar o dia todo atendendo a telefonemas, né? Além do mais, como já falei várias vezes aqui no meu blog: Não estou a sua disposição! Tenho coisas mais importantes a fazer. Então eu tenho um cronograma e horários para responder os emails (geralmente na parte da noite).

Segundo: falar sobre limites não significa que vou fazer oque você quer do jeito que você quer, e sim do meu jeito. Afinal quem é que manda? Mas se você não falar sobre você, e se você não tiver certeza que deseja estar aos pés e aos comandos de uma dominadora,  como irei conduzir uma sessão? Mande o email!

Para: rainhacharlotte@gmail.com // mistresscharlottek@gmail.com

Repito, qual a dificuldade nisso? Vivemos sem pre conectados numa geração onde podemos usar a tecnologia, a Internet está aí, a nosso favor, no próprio celular de qualquer Zé que tenha um aparelho com android! Por favor né? 

No email: diga o máximo possível a seu respeito (não, eu não estou falando da sua vida pessoal,  que em nada me interessa, né? o máximo que eu quero saber nesse sentido é a sua idade e região). Ou seja nem o seu nome me importa! Vá direto ao assunto; qual seu fetiche? Vou responder se me interessar.

Outro detalhe importante: Conversar não significa que te dei liberdade! Pode abrir a boca pra falar se eu quiser ou deixar. Mas nunca para fazer perguntas da minha vida pessoal.  Não sou boazinha, ou simpática. Muito menos sua amiga! Sou clara e objetiva. Quem não entendeu não vou desenhar porque não tenho saco nem tempo pra isso!

Sou dominadora profissional. Dominação é a minha personalidade, é genuíno, é meu estilo de vida e profissional. Em minha presença farei você se sentir fraco e muito humilde. Ajoelhado, incapaz de controlar a si mesmo. Isso por si só é suficiente para fazer você seguir minhas ordens e obedecer a cada comando meu.

%d blogueiros gostam disto: